Perfil

Vida Extra

A folia do carnaval regressa ao Coliseu do Porto. E agora é que são elas

“Carnaval Só no Coliseu”: assim se designa a mítica festa que, várias décadas depois, volta a animar a sala de espetáculos da Invicta com música e drag queens

D.R.

“Não tenho o hábito de me mascarar e nem gosto muito do carnaval”, confessa Eduardo Paz Barroso ao Vida Extra, mas recorda-se “vagamente de ter ido a algumas das festas” no Coliseu do Porto quando era criança. Volvidos tantos anos, o atual dirigente da instituição não esquece o passado de folia indelevelmente associado ao ADN da emblemática sala de espetáculos da Invicta, onde nas décadas de 1940, 1950 e 1960 fizeram furor as festas carnavalescas, que chegavam mesmo a durar três dias. E foi dele a ideia de “resgatar esse imaginário coletivo, adaptando-o à contemporaneidade”.

Aos 78 anos, as portas da sala principal voltam a abrir-se à fantasia no dia 24 de fevereiro, porque “Carnaval Só no Coliseu”. Assim se designa a regressada festa que “faz parte da memória profunda de muita gente”, frisa Paz Barroso.

“Tiveram uma grande notoriedade na cidade e um pouco por todo o país. Eram abrilhantadas com circo e com grandiosos bailes, animados por fabulosas orquestras, onde não faltavam os concursos de máscaras”, lembra o presidente desta casa da cultura.

A programação para este ano tem preparada, a partir das 22h, uma noite com música ao vivo, com a presença da The Royal Band, pronta para “tocar os hits certeiros para fazer mexer os corpos”, lê-se no comunicado da organização.

Entrar atualmente no Coliseu do Porto é, para Eduardo Paz Barroso, descobrir um “espaço rejuvenescido e inclusivo”, algo que fica plasmado na oferta carnavalesca, onde vão brilhar drag queens de todo o país, como Elektra Ashford, Agatha Top, Claudia Fux, Wanda Morelly e Natasha Semmynova.

“Acrescentam um lado burlesco muito interessante e decidimos misturar esse ingrediente a este cocktail criativo”, explica o diretor artístico, outrora jornalista. “No princípio dos anos 1980, escrevi uma reportagem sobre um dos primeiros espetáculos públicos de travestis. Saiu com um grande destaque na primeira página do Jornal de Notícias. Ainda me lembro do título: ‘De noite é que são elas’”, recorda Paz Barroso.

A pautar o ritmo da pista vão estar os djs Sininho & Mendes, enquanto nos bares haverá um show de cocktails, ao longo de uma noite sem horas para chegar ao fim, “para ir por aí fora, sempre muito bem acompanhada e festivamente regada”, como augura o presidente do Coliseu do Porto.