Perfil

Vida Extra

Era uma vez o admirável mundo dos correios

Desde setembro de 2014 que os CTT vivem em constante tumulto. Agora, uma nova liderança promete melhorias num ano em que os correios portugueses vão celebrar (ou não) 500 anos de existência

Tiago Soares

texto

Jornalista

Carlos Esteves

Carlos Esteves

infografia

Infografico

ANGELO CAVALLI/Getty Images

Chama-se “Amigos de CTT” e é uma página de Facebook com um simples objetivo: juntar pessoas que nutram carinho pelos correios portugueses. Foi criada por José Abrantes, ex-funcionário da empresa. Reformou-se em 2012, depois de uma vida dedicada aos correios portugueses. Desse percurso, lembra sobretudo “o orgulho” que os funcionários dos CTT tinham de trabalhar na empresa. Entretanto, “esse brio perdeu-se”. Pelos contactos que ainda tem na empresa — e também com o que vai lendo na página de Facebook — reconhece que “têm aparecido mais críticas e queixas” no período que se seguiu à privatização.

“Lamentamos, desde já, a situação ocorrida.” A frase repete-se em todas as mensagens endereçadas pelos Serviços de Atendimento ao Cliente a todas as pessoas que reclamam no Portal de Queixa. Segundo este site, os CTT motivaram perto de 4 mil reclamações nos últimos 12 meses; menos de 600 ficaram resolvidas. Os indicadores da revista “Deco Proteste” são mais favoráveis: das mais de 1400 reclamações, cerca de 60 por cento ficaram resolvidas.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI.