Perfil

Vida Extra

Massa de ar quente trará à Europa temperaturas entre os 35 e os 40 graus

Vem do Norte de África e atingirá o continente europeu na próxima semana. Itália e Alemanha preparam-se para temperaturas recorde

Arslan Ahmed / Unsplash

O verão começa oficialmente esta sexta-feira e a primeira semana completa que dele se sentirá promete temperaturas elevadas e até a bater recordes na Europa. A região continental está no caminho de uma onda de calor vinda do Norte de África, apelidada de “Surto do Sara”, que chegará ao norte da Argélia e fará subir as temperaturas já a partir da próxima segunda-feira. O cenário de subida deverá manter-se até sexta-feira, 28 de junho, aumentando o risco de uma onda de calor, ou seja, de dias seguidos com temperaturas anormalmente altas, durante a maior parte da semana.

Mesmo que seja de curta duração, essa onda de calor pode ser relevante pela sua força e intensidade”, avisa a Météo France. França, Itália e Alemanha são alguns dos países onde as diferenças para o que é habitual nesta altura do ano podem ser maiores. “Locais que vão desde Madrid a Paris, Bélgica, Frankfurt e Berlim podem esperar uma onda de calor de vários dias, com temperaturas diárias próximas ou acima de 32ºC”, escreveu esta quinta-feira o site Accuweather.

Segundo alguns especialistas ouvidos pelo britânico The Times, as temperaturas mais altas serão registadas no sul de Itália e nas Ilhas Baleares. Em Itália e Espanha, aliás, este fim de semana deverá ser fértil em trovoadas e em alguns dos dias mais quentes de junho desde que existem registos. Na Alemanha, os meteorologistas acreditam que há uma probabilidade de 40% de serem atingidos os 40ºC, o que pode significar um recorde nacional, se forem batidos os 40.3ºC alcançados em 2015, na cidade de Kitzingen, na Baviera.

Em Portugal, o verão começa também na sexta-feira e, segundo a meteorologista Patrícia Gomes, em declarações à Lusa, vem com alguma nebulosidade e com máximas a variar entre os 18 e os 30 graus Celsius, temperaturas abaixo do normal para esta época do ano. O solstício de verão marca o início da estação no hemisfério norte, que se prolonga durante 93,66 dias até ao equinócio, a 23 de setembro de 2019.

De acordo com a Agência Europeia do Ambiente, o verão passado esteve entre os três mais quentes desde que há registo na Europa.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.