Perfil

Vida Extra

O 13 de maio vem aí. Estes são alguns dos lugares pelo mundo onde a fé é quem mais ordena

Com o 13 de maio a aproximar-se, o Expresso mostra-lhe lugares cuja importância ultrapassou a própria religião. Caminhos e destinos para serem vividos, independentemente da fé de cada um

Getty Images

Este texto é sobre o que une uma azinheira no concelho de Ourém a uma figueira no coração da Índia. Sobre o que une uma gruta no sul de França a uma flecha disparada na montanha e a uma mesquita construída sobre o sangue de um profeta. Este texto é sobre estes e outros locais que, em diferentes momentos da história se tornaram locais de culto e símbolos religiosos, e acabaram por se expandir para lá da própria religião que representam. São caminhos e destinos da fé, mas não só.

A Organização Mundial de Turismo (OMT) estima que todos os anos cerca de 300 milhões de pessoas visitem importantes locais religiosos noutros países — um quarto das pessoas que viaja em todo o mundo. Este número converte-se em 600 milhões de viagens com motivações religiosas por ano. Além disso, de todo os locais distinguidos como património mundial da UNESCO, 20% têm ligações religiosas ou espirituais. São estas as ligações que fazem o caminho e iluminam o destino de crentes e turistas de todo o mundo.

Peregrinos e curiosos que, independentemente da fé, procuram experiências universais. As palavras são de Taleb Rifai, antigo secretário-geral da OMT: “O turismo religioso é um agente importante de paz. É uma força transformadora que consegue demolir barreiras culturais e construir pontes entre pessoas, comunidades e nações.”

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.