Perfil

Vida Extra

Em Camberra, na Austrália, os drones já entregam comida em casa

Mas os moradores não estão a achar muita piada

Wing

Parece um ato divino, mas não é. A comida passa a cair do céu. Pelo menos na cidade de Camberra, na Austrália, onde drones já são capazes de entregar em casa comida, café, e até medicamentos. O projeto é responsabilidade da Wing, empresa detida pela Alphabet, que está por trás da Google. Começou a ser testado em 2014 e para já está limitado a 100 casas.

A ideia parece estar a resultar bem: o cliente faz o pedido no conforto da sua casa e um drone surge no céu com a comida, sobrevoa o jardim e deixa cair a embalagem com a ajuda de uma corda. Até agora o processo tem sido seguro, mas mesmo assim os drones não podem sobrevoar estradas com muito movimento nem passar por cima de multidões. Estão também limitados a entregas diurnas.

Há apenas um problema, como o vídeo facilmente mostra: o barulho. Vários moradores têm-se queixado que os drones fazem demasiado ruído, tanto a chegar como a partir. O cliente mata a fome, mas os seus vizinhos sofrem com isso. Comparam o som ao de um aspirador em esteróides, e por isso a presença das máquinas é “intrusiva”. A Wing prometeu melhorias, e adiantou ter criado um drone mais silencioso, mas que ainda não começou a ser usado. Até lá, alimentos caídos do céu serão sinónimo de aspiradores voadores.