Perfil

Vida Extra

A garrafa de vinho português que quer ser a primeira a chegar ao espaço

Um tinto de Figueira de Castelo Rodrigo, na Guarda, será este ano enviado para o espaço, promete a autarquia. Se não for aberto e consumido por lá, regressará à terra, onde “ficará em exposição”

Serge Esteve

Uma garrafa com vinho de Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, será este ano enviada para o espaço no âmbito de um projeto que envolve a Câmara e a Adega Cooperativa locais.

O presidente da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, Paulo Langrouva (PS), disse esta segunda-feira à agência Lusa que a iniciativa, sugerida pelo arquiteto da Guarda António Saraiva, será apadrinhada pelo cientista Carvalho Rodrigues (conhecido como o “pai” do primeiro satélite português, que reside em Casal de Cinza, Guarda). Segundo o autarca, a ideia surge no âmbito das comemorações dos 500 anos da circum-navegação de Fernão de Magalhães, dado que os navegadores “são uma referência” para os astronautas. “Nós [município de Figueira de Castelo Rodrigo] queremos aproveitar também esta efeméride para lançar esta primeira garrafa de vinho em direção ao espaço”, disse.

Paulo Langrouva adiantou que, para o efeito, a organização terá de preparar “uma garrafa e uma rotulagem própria” e acondicionar a garrafa com o vinho “para que ela possa chegar em devidas condições ao espaço.” A colocação do vinho de Figueira de Castelo Rodrigo no espaço será para concretizar durante este ano, estando Carvalho Rodrigues a contactar “os vários espaços orbitais” — Estação Orbital Russa, Europeia e Americana — para a organização decidir por qual optar.

O vinho, “em princípio”, será um tinto da Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo e terá o rótulo “Sabores da Terra”, acrescentou. Segundo Paulo Langrouva, se o vinho não for aberto e consumido no espaço, a garrafa regressará à terra e “ficará em exposição” em Figueira de Castelo Rodrigo.

Os custos com o projeto não estão quantificados, mas o autarca vaticina que “o benefício” será “garantidamente muito superior” às despesas que serão assumidas pelas entidades envolvidas. “É um desafio interessante, porque também carece de alguns estudos e de alguns planeamentos”, admite.

Com esta iniciativa, o autarca acredita que em 2019 será possível que o concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, situado no distrito da Guarda, junto da fronteira com Espanha, fique na História por ter sido pioneiro no envio de uma garrafa com vinho para o espaço. O anúncio oficial da iniciativa foi feito no fim de semana durante a cerimónia de abertura da Festa Rainha da Amendoeira em Flor, que a Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo promove até ao próximo domingo, 17 de março.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.