Perfil

Vida Extra

Estes são os presentes que os portugueses vão oferecer mais vezes no Natal

A maior parte das pessoas prefere os centros comerciais para fazer as habituais compras da época. Já escolheu as suas?

Raw Pixel

É por esta altura que começam a “acotovelar-se” nos carros, nas casas, nas salas, os primeiros presentes de Natal. Todos os anos, a primeira voltinha ao shopping é como uma triagem, a segunda como uma obrigação a cumprir, até que a terceira soe a desespero. É para momentos desses que existem presentes que nunca falham, e que os portugueses parecem conhecer bem. Segundo o Estudo de Natal de 2018 da Deloitte, os livros (55%) e os chocolates (52%) estão no top dos presentes mais procurados pelos portugueses para oferecer a família e amigos.

“No que se refere ao tipo de presente mais procurado estamos em linha com os resultados obtidos na Europa, mas somos um dos países mais conservadores na utilização do comércio eletrónico quando comparados com a generalidade dos europeus. Regista-se, no entanto, um aumento na adesão ao m-commerce [compras feitas através de dispositivos móveis]” destaca Pedro Miguel Silva, Associate Partner da indústria de Consumer da Deloitte.

A estes dois juntam-se a roupa e o calçado, apontado por 46% dos inquiridos como hipótese de compra, seguidos de cosméticos e perfumes (45%) e dinheiro (25%), que completam o top 5.

Na outra lista compilada pela Deloitte ficam os presentes que os portugueses consideram mais prováveis de receber e onde o destaque, além de algumas diferenças de género, vai para o consensual aumento da roupa de desporto, substituindo a posição onde normalmente apareciam os restaurantes. Diga-se, a esse propósito, que os vouchers, cuja procura tem aumentado, são a prenda mais oferecida na Áustria.

O lugar de todas as compras

Os centros comerciais, sempre eles. Os portugueses continuam a utilizar os canais digitais sobretudo como forma de pesquisa e comparação de preços. Mas na hora de comprar, é para o já tradicional shopping que se dirigem, até porque é lá que está concentrado o maior número de opções no menor espaço. 67% dos portugueses prefere esta forma de fazer compras, enquanto 85% escolhe a loja física, em vez da online, para levar para casa as ofertas de Natal.

Veja aqui o estudo completo e aqui um outro, sobre os valores que os portugueses pretendem gastar este ano.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.

A carregar...