Perfil

Vida Extra

Qatar Airways vai duplicar os voos para Lisboa no verão

As ligações aéreas entre a capital portuguesa e Doha vão passar de 7 a 13 por semana a partir de junho, tendo a companhia preços promocionais em Portugal até 13 de janeiro

D.R.

A companhia aérea árabe Qatar Airways anunciou que a frequência de voos semanais para Lisboa vai quase duplicar a partir de junho, passando de 7 para 13 ligações por semana entre a capital portuguesa e Doha (capital do Qatar), numa operação que se irá estender a todo o verão.

"O sucesso da rota lançada há cerca de seis meses justificou esta decisão da companhia, que vê em Portugal um enorme portencial de crescimento a curto prazo", enfatiza a Qatar Airways no comunicado em que anuncia o reforço das suas operações para Lisboa em 2020.

Recorde-se que a Qatar Airways começou a voar para o aeroporto da Portela a 24 de junho de 2019, operando esta rota com aviões Boeing 787 Dreamliner, e já na altura deixando expresso o seu objetivo de expansão no mercado português.

Segundo a transportadora aérea, a companhia vai avançar em Portugal com uma campanha de preços promocionais para "destinos selecionados" entre 7 e 13 de janeiro, o que inclui descontos adicionais para reservas em equipamentos mobile.

Além de Lisboa, a Qatar Airways também anunciou que vai reforçar em 2020 as rotas para Málaga em Espanha, Dublin na Irlanda ou o aeroporto de Gatwick em Londres (Reino Unido), alegando que "as vendas antecipadas têm evoluído muito acima do esperado". Só nestes quatro destinos o acréscimo será de 79 voos por semana, "mas em breve outras rotas deverão também ser reforçadas", avança a companhia.

"2019 foi um ano de grandes conquistas para a nossa companhia", garante o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, chamando a atenção para "o crescimento expressivo que tivemos nos últimos 12 meses, num contexto internacional muitas vezes adverso".

A Qatar Airways ganhou o prémio de "Melhor Companhia Áerea do Mundo" em 2019, sendo a quinta vez que recebe esta distinção. O prémio foi atribuído pela auditora Skytrax durante o Paris Air Show, em junho de 2019.