Perfil

Vida Extra

Este hotel tem tudo. Até uma taberna alentejana!

Antigos armazéns e oficinas da Herdade agrícola em Alcácer do Sal foram convertidos num hotel rural de quatro estrelas, após investimentos de 5 milhões de euros. Uma das principais apostas é o enoturismo

A taberna do Hotel da Barrosinha é um espaço de provas a complementar a produção agrícola

Pedro Queiroga

Há um novo hotel de quatro estrelas em Alcácer do Sal, inserido numa herdade agrícola com dois mil hectares, que é uma espécie de aldeia onde vivem muitos dos seus trabalhadores. Com inauguração oficial a 14 de novembro, o Hotel da Barrosinha resulta da reabilitação de um conjunto de edifícios na herdade com o mesmo nome, em particular da antiga estalagem que era usada sobretudo por caçadores.

O enoturismo é uma das principais apostas do Hotel da Barrosinha, que surge agora renovado após um ano de obras - e investimentos de cinco milhões de euros por parte do seu proprietário, um fundo da ECS Capital. O hotel vai contar com uma taberna típica alentejana, além de uma adega e loja de vinhos.

Pedro Queiroga

"Uma vez que temos produção de vinho na herdade, vamos tentar captar público ligado ao enoturismo, e daí termos aberto em simultâneo uma taberna, onde as pessoas poderão fazer provas e harmonizações de vinhos", refere Carlos Trindade, administrador do Hotel da Barrosinha, frisando que este espaço "vai ser um pólo interessante no sentido de complementar com o hotel a nossa produção agrícola".

O hotel rural envolveu a reabilitação de uma série de edifícios que fazem parte da herdade. "Aproveitámos um conjunto de construções já existentes, designadamente uma antiga albergaria que era usada sobretudo por caçadores", refere o administrador, lembrando que em 2014, quando o fundo da ECS assumiu o ativo, "foi feita uma pequena requalificação no hotel, que passou a ter três estrelas, e tivemos agora oportunidade de fazer um investimento maior, que ascendeu a cinco milhões de euros".

Pedro Queiroga

Além das atividades ligadas ao vinho, o Hotel da Barrosinha tem disponíveis diversas experiências. "Numa herdade agrícola com dois mil hectares pode-se fazer muita coisa", frisa Carlos Trindade. "Fazemos passeios a cavalo ou de charrete, e pela proximidade ao Sado vamos ter ainda passeios de barco pelo rio. Queremos captar turistas interessados em experiências diferentes, de contacto com a natureza".

Casas de trabalhadores devolutas são agora suites do hotel

Velhos armazéns e oficinas deram agora lugar ao hotel de quatro estrelas com 37 quartos e duas suites, que também integra piscina exterior, restaurante, bares, além de sala da reuniões. A oferta hoteleira inclui ainda um quarto adaptado a pessoas de mobilidade reduzida e oito quartos comunicantes a pensar no segmento de famílias.

Partindo da construção já existente do hotel, que inicialmente era uma albergaria para receber caçadores, foram feitas várias alterações. No piso zero fica a recepção, o restaurante e as áreas de serviço, tendo-se alargado este conjunto com novas zonas de estar que foram implantadas em espaços industriais envolventes. No piso 1 foram construídos quartos novos e no piso 2 foram reformulados os quartos existentes, além de outras alterações, para introdução de escadas ou áreas de serviço.

"Para este hotel tivemos de reconstruír algum ediicado da herdade, como antigos armazéns e oficinas, e também criámos uma parte nova", explicita Carlos Trindade.

Pedro Queiroga

A obra do Hotel da Barrosinha envolveu a reabilitação de antigas casas de trabalhadores agrícolas nesta herdade em Alcácer do Sal. "Havia uma ala com casas devolutas, e aproveitámos para as requalificar", adianta o responsável. Desta intervenção, resultaram seis villas turísticas (das quais três de tipologia T1 e as outras três T2, com capacidade para duas ou quatro pessoas, respetivamente".

"Temos ainda 60 casas habitadas na propriedade, com trabalhadores nossos e outras pessoas que aqui vivem, isto é como se fosse uma aldeia", faz notar o responsável.

Beneficiar da proximidade à Comporta

Incluír casas de férias para venda ao público, com a possibilidade de serem integradas na operação turística, é algo que está a ser equacionamo na Herdade da Barrosinha. "Esse projeto faz parte do plano de desenvolvimento turístico-imobiliário da herdade. Mas antes de avançarmos para uma promoção imobiliária mais intensa vamos primeiro consolidar o hotel. Mais a prazo, seguir-se-á o aldeamento turístico", refere o administrador.

Pedro Queiroga

Além do Hotel da Barrosinha, estão a nascer outras unidades hoteleiras em Alcácer do Sal, entre as quais uma Pousada. Segundo Carlos Trindade, a região está a beneficiar de uma procura crescente de turistas também pela proximidade à Comporta, um destino que está a ter uma notoriedade crescente.

"A proximidade à Comporta traz a Alcácer um efeito muito interessante, sobretudo no verão", faz notar o administrador do Hotel da Barrosinha.

Reconhecendo que atualmente se "assiste a alguma falta de alojamento" e que há "muita procura que não tem resposta em matéria de capacidade hoteleira" em particular em épocas de pico de maior procura, Carlos Trindade frisa que "vão aparecer unidades novas e as coisas vão mudar bastante. Vai assistir-se a uma alteração grande na capacidade de alojamento em Alcácer do Sal, que se está a constituír como um destino que dá resposta a uma procura crescente".