Perfil

Vida Extra

Subir ao Monte da Lua — e ter Lisboa a seus pés

A primeira caminhada dos Roteiros Expresso atravessou alguns dos pontos mais emblemáticos da serra de Sintra

Pedro Lima

Pedro Lima

Editor-adjunto

Uma caminhada “fácil” à descoberta dos segredos da serra da Sintra

D.R.

Foi um percurso curto e relativamente fácil, mas recheado de pontos altos — não só por serem dos mais altos da serra de Sintra, mas também pela beleza da paisagem e dos bosques por onde a primeira iniciativa dos Roteiros Expresso passou.

Ali está o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros. Para aquele lado fica a Peninha. Deste lado o Cabo da Roca. E aqui para a frente está toda a zona de Mafra e da Ericeira”, ouve-se dizer num desses pontos altos, a Anta de Adrenunes, um amontoado de penedos que faz lembrar um monumento megalítico. Subindo um pouco pelas “pedras” — “caos de blocos” para não hostilizar os geólogos — que compõem esta serra, avista-se tudo isto, uma espécie de posto avançado para contemplar a região de Lisboa.

As subidas deste percurso não inspiram cuidados, mas convém ver por onde se põem os pés, porque uma serra tem de ter sempre subidas e tem de ter sempre descidas — é essa a sua natureza.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.