Perfil

Vida Extra

Esta quinta-feira está pela primeira vez nos céus o “voo mais longo do mundo”

O avião não leva passageiros em classe económica e os motivos são simples: 19 horas a voar exigem o máximo conforto

fiftymm99

Esta quinta-feira, 11 de outubro, marca o dia em que começa a viagem de avião “mais longa do mundo”, precisamente 18 horas e 45 minutos para fazer, sem paragens, os mais de 16 mil quilómetros que distam o aeroporto de Singapura (Changi) ao de Newark Liberty, em Newark, nos Estados Unidos da América.

A companhia responsável pela proeza é a Singapura Airlines, que trabalhou com o spa Canyon Rach para garantir “um sono melhorado, escolhas equilibradas de refeição” e a possibilidade de realizar “exercícios que promovam a circulação” dentro da aeronave, um airbus A350, na versão “Alcance Ultra Longo”. O design do avião foi criado de forma a pesar menos e a exigir também menos combustível, além de que, nesta rota, leva apenas 161 passageiros - 94 em classe económica premium e 67 em executiva -, ainda distante da lotação máxima de 253 pessoas.

Como se vê pela distribuição dos assentos, o voo não tem classe económica e os bilhetes mais baratos rondam os 4 mil dólares, cerca de 3 mil e 500 euros. As refeições, diz a Bloomberg, incluem ceviche de camarão, galinha do campo e ovos benedict, mas há mais à disposição, entre lagosta à thermidor e vitela grelhada, se pedidos com antecedência. Para passar o tempo, os passageiros têm à disposição mais de 1200 horas de filmes e programas televisivos.

Por enquanto, o voo opera apenas três vezes por semana, com estreia esta quinta-feira.