Perfil

Vida Extra

Gabriela Pinheiro escreve sobre “o reinado do tutti frutti”

A tendência que recupera o uso de frutas num leque de peças de roupa e acessórios

fotografias getty images

Poucas tendências são tão apelativas ao paladar como esta. A passerelle ganha contornos de palco de cabaret e os nossos sentidos viajam para um cenário vibrante e animado onde imaginamos a sensual Carmen Miranda e os seus inesquecíveis chapéus tutti frutti. Ela é sem dúvida a grande fonte de inspiração para esta tendência que recupera o uso de frutas variadas num infindável leque de peças de roupa e acessórios. Elas surgem tanto em estampados, como bordadas, incrustadas e mesmo esculpidas. Preferencialmente em cores vivas e vibrantes, as frutas surgem tanto misturadas, numa autêntica salada de frutas, como em exclusivo, evidenciando a cor de um só sabor.

Em escala por vezes superaumentadas, estes estampados surgem tanto nas roupas femininas, como nas masculinas, para os homens a oferta é mais reduzida dando preferência a camisas mais fluidas e a calções, principalmente de banho; já para as mulheres a oferta e infindável, os vestidos românticos e descontraídos, os jumpsuits de praia, os tailleurs fluidos, os lenços de cabeça e principalmente os acessórios são peças quase obrigatórias para os dias mais quentes. Um pormenor que não se pode deixar de lado é a atenção que as marcas de bijuteria e ourivesaria também tiveram a esta tendência, lançando joias apaixonantes com brilhantes, cristais e até diamantes envolvendo as mais variadas frutas de verão.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI

  • Roupa para usar e abusar

    Nova Iorque já mostrou o que vale, Londres também. Agora é a vez de Milão e Paris darem contas ao mundo sobre o que vamos vestir na próxima primavera/verão. A estação quente quer-se branca e combina calções muito curtos com calças largas e bem compridas

  • A it girl da geração Z

    Com as suas roupas largas, cores berrantes e logos XXL de marcas de luxo, a nova menina de ouro da pop subverte as regras de como uma artista feminina se deve apresentar. Mas em dezembro faz 18 anos e deixa o aviso: “Vou ser mulher. Quero mostrar o corpo”