Perfil

Vida Extra

“Era um rapaz extremamente saudável.” Conversa com a irmã do modelo que morreu subitamente

Tales Cotta, uma vida interrompida na passarela na São Paulo Fashion Week. Depois das semanas de caos, a família pede agora paz e respeito

Tales Cotta / FB

O brasileiro Tales Cotta morreu no dia 27 do passado mês de abril enquanto desfilava no evento de moda São Paulo Fashion Week [SPFW]. A causa da morte ainda é desconhecida e a polícia aguarda o “laudo necroscópico”, o parecer do Instituto Médico Legal que pode levar à causa, ou causas, que fizeram o modelo de 25 anos perder a vida. A mãe do jovem, Heloisa Cotta, publicou esta terça-feira um aviso de que a causa da morte só será conhecida daqui a aproximadamente 60 dias.

O amigo e agente Bruno Piazzi morava com o modelo e nega que Tales tivesse qualquer problema de saúde: “sempre foi um menino saudável, super atencioso, focado e determinado no trabalho, nunca se queixou de nenhuma dor, era super cuidadoso com o corpo dele.” Piazzi conta ainda que Tales estava quase a começar uma carreira internacional e que tinha sido aceite por uma agência em Itália. “Estávamos a dar entrada nos documentos dele para que pudesse viajar, mas infelizmente isso foi interrompido”, lamenta.

A irmã, Alexandra Soares, conversou com o Vida Extra e contou como o modelo começou a carreira, como era a rotina de trabalho e qual foi a última conversa que tiveram. Essa conversa é publicada nas linhas abaixo:

Como era o dia a dia do Tales?

Uma rotina normal, praticava atividades físicas, cuidava das plantas dele (que adorava), se alimentava saudavelmente e, no mais, ficava por conta de participar de castings e ensaios fotográficos.

Como começou o trabalho de modelo?

Ele iniciou aos 18 anos quando foi morar em Vitória (Espírito Santo) para estudar Educação Física. Então uniu o útil ao agradável, pois sempre quis ser modelo e conseguiu ser agenciado pela All Models que foi a agência mãe dele.

Que tipo de trabalhos fazia?

Atualmente, participava em desfiles para alguns eventos de renome aqui no Brasil como Casa de Criadores e SPFW, porém ele estreou nas passarelas há apenas 2 anos. Até então ele era modelo fotográfico.

De onde veio esse sonho?

Desde criança era o sonho dele, ser modelo ou ator. A veia artística dele era bem aflorada.

E alguma vez se desiludiu?

Nunca se desiludiu, a cada 'não' que recebia, ele corria mais atrás ainda daquilo que queria.

Além de trabalhar como modelo, tinha alguma outra atividade?

Fazia alguns eventos. Trabalhou recentemente no Lollapalooza [festival de música anual] na recepção do stand da Adidas e também na Mercedes Benz na mesma função.

Tales Cotta morreu durante o desfile em São Paulo

Tales Cotta morreu durante o desfile em São Paulo

O Tales seguia alguma dieta específica?

Ele era vegano há 9 meses.

Tinha algum problema de saúde? Tomava alguma medicação?

Problema nenhum de saúde, era um rapaz extremamente saudável. Não se queixava de dores e nenhum tipo de mal estar.

Morava em São Paulo? Ia visitar a família a Minas Gerais [os Cotta são naturais do estado, na cidade de Manhuaçu]?

Morava em São Paulo [SP] há 2 anos e ia para Minas sim, sempre que dava.

Qual era a rotina de viagens dele?

Ele não tinha uma rotina de viagens, quando não estava em SP estava em Minas, aqui no Rio de Janeiro [onde Alexandra vive] ou no Espírito Santo [onde Tales estudou] em casa de amigos.

Como era a convivência dele com a família e amigos?

Tales era muito amado e querido por todos. Tinha amigos no mundo inteiro. Era super prestativo e solidário.

Lembra-se de algum momento específico em que isso se tenha notado?

Difícil especificar apenas um. Nós éramos muito ligados, por diversas vezes ele veio para minha casa aqui no RJ e ficava dias aqui comigo. Ele era muito divertido e animado! Quando não nos víamos aqui, era na casa da minha mãe em MG. Ele era a alegria da nossa família! Amava cozinhar e era ele que sempre fazia tudo, inclusive no Natal.

Era muito família?

Era sim, inclusive temos um grupo da família no WhatsApp e ele se fazia presente diariamente com sua alegria. O relacionamento dele com QUALQUER pessoa sempre foi excelente.

Houve algum trabalho dele que tenha marcado mais a família?

A São Paulo Fashion Week. Esta era a segunda edição dele.

E como foi este desfile da SPFW? Vocês trocaram mensagens antes?

Foi um dia corrido para ele. Eu particularmente não falei com ele no dia do desfile, falei na noite anterior. A última coisa que ele me disse foi “Te amooo”. Quem falou no dia foi minha mãe, que inclusive recebeu fotos dele. Ela perguntou se ele tinha se alimentado e ele respondeu que tinha comido “horrores”, que estava até com medo de sair comendo em todas as fotos do backstage.

Já há algum resultado sobre o que aconteceu depois?

Ainda não temos nenhum resultado. Nos deram o prazo de 60 a 90 dias.

Se tivesse de resumir o Tales numa palavra, qual seria?

Luz.

A mãe dos jovens, Heloisa Cotta, foi dando conta de algumas informações através da rede social Facebook. Primeiro, insurgiu-se contra a especulação sobre a morte do filho, e a alegação de transtornos alimentares e de saúde. Depois, agradeceu o “carinho” e pediu “respeito”.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.