Perfil

Vida Extra

Chefs com estrelas Michelin levam à mesa a arte de provar Portugal

Vai começar em fevereiro "The Art of Tasting Portugal", com jantares de chefs que se propõem ser uma montra da gastronomia lusa, com os seus alimentos e vinhos mais exclusivos

O chef Sá Pessoa é o anfitrião, no seu Atelier em Marvila, do "The Art of Tasting Portugal"

D.R.

Fevereiro é o mês de arranque do projecto “The Art of Tasting Portugal”, uma iniciativa da Chefs Agency, que se propõe ser uma outra forma de apresentar o melhor de Portugal e da sua gastronomia, "num formato surpreendente, único e sempre diferente", em jantares exclusivos confecionados por chefs nacionais com estrela Michelin.

O anfitrião do "The Art of Tasting Portugal" é o Atelier Henrique Sá Pessoa, em Marvila. O primeiro protagonista destes jantares que pretendem ser uma verdadeira experiência portuguesa eno-gastronómica, é o chef Diogo Rocha, do restaurante Mesa de Lemos, detentor de uma estrela Michelin, a 5 e 6 de fevereiro.

Segue-se o chef Rui Silvestre, do restaurante Vistas e com uma estrela Michelin), a 19 e 20 de fevereiro. E a 13 e 14 de março será a vez do chef Rui Paula, da Casa de Chá da Boa Nova, com duas estrelas Michelin, em Leça da Palmeira.

Não sendo um formato estanque, o “The Art of Tasting Portugal” vai ainda integrar, a 28 e 29 de fevereiro, no Atelier Henrique Sá Pessoa, um ‘pop-up’ inovador que juntará os chefs Carlos Afonso (O Frade), Iñaki Bolumburu (ex-Nerua, nº 32 World’s 50 Best Restaurants e ex-Noma), Nicolas Lopez (ex-Villanos en Bermudas, nº 15 na lista dos 50 Best Restaurants América Latina) e o 'sommelier' e produtor de vinhos Pedro Martín, num formato inédito sobre o pescado nacional.

Estas serão as primeiras iniciativas do “The Art of Tasting Portugal”, que irá funcionar como "uma montra dos principais protagonistas da gastronomia portuguesa, nos mais diversos formatos e locais, envolvendo escansões e produtores de vinho ou artesãos e artistas relevantes da cena nacional". Para estes jantares exclusivos há apenas 14 lugares disponíveis, a preços de 200 euros, no caso do chef Rui Paula, e de 165 euros relativamente aos chefs Rui Silvestre e Diogo Rocha.

Segundo a Chefs Agency, este é um "projeto que também pretende dar a quem visita Portugal, um formato que concentra o melhor do país, na essência da gastronomia e do ‘terroir’ nacionais, num contexto único e surpreendente", e uma das suas ambições é "realçar o papel fundamental que Portugal teve na descoberta de produtos de inegável importância no mundo e na gastronomia".