Perfil

Vida Extra

Chef Alex Atala, o mais influente do Brasil, lança festival gastronómico dedicado aos problemas da alimentação no mundo

"Água e o alimento como saúde" é o tema do seminário FRUTO, que decorre de 24 a 26 de janeiro, incentivado pelo mestre de cozinha conhecido pelo trabalho desenvolvido na Amazónia

Ricardo Dangelo/dangelofotos

O chef Alex Atala, considerado de momento o mais influente do Brasil, está a promover mais uma edição do seminário FRUTO - Diálogos do alimento, que decorre de 24 a 26 de janeiro em São Paulo, na Unibes Cultural. Em 2020 na sua terceira edição, este evento também é idealizado pelo produtor cultural Felipe Ribenboim, em parceria com o chef Atala.

"Água e o alimento como saúde" é este ano o tema do seminário FRUTO, que além do festival gastronómico também se propõe mobilizar uma reflexão sobre alimentação, sustentabilidade,
desafios e soluções para o presente e para o futuro.

Pela primeira, o evento será aberto ao público gratuitamente, no domingo (26 de janeiro). O FRUTO conta com a chancela do Instituto ATÁ, no objetivo de lançar um debate sobre a alimentação a nível mundial, e promovendo uma maior aproximação entre a natureza, a cultura e a cozinha.

Além dos temas relacionados com a água e a alimentação saudável, também vão estar em 2020 em foco assuntos relacionados com a reciclagem e reaproveitamento de materiais.

Uma atenção especial será dada neste debate às formas de tratamento e distribuição de água, os cuidados em nascentes e lençóis freáticos, entre outros temas focados na importância deste recurso para o ambiente e a vida humana - em particular na América Latina, onde se concentram as principais reservas hídricas mundiais, como a Amazónia ou a Patagónia.

As palestras decorrem ao longo dos dias do evento, contando com a participação de mais de duas dezenas de especialistas de diferentes nacionalidades. Entre estes, contam-se o arqueólogo e antropólogo americano Bill Schindler,
que irá falar sobre 'cozinha evolucional' com base nas suas viagens pelo mundo com a pulsão de documentar formas tradicionais de alimentos, inspirando-se nos registos
arqueológico e etnográficos - com vista a criar soluções na culinária
moderna que sejam relevantes e acessíveis para os cidadãos.

Luisa Santiago, da Ellen McArthur Foundation no Brasil, Mestre em práticas de desenvolvimento sustentável e doutorada em gestão ambiental, irá centrar-se no tema da 'economia circular', abordando as vantagens do modelo associado aos ganhos económicos numa lógica
da sustentabilidade, conferindo valor ao que viria a ser apenas lixo.

Por seu turno, o chef japonês Yoshihiro Narisawa participa no evento abordando a filosofia Satoyama, base da sua cozinha e cultura nipónica, que coexiste com a natureza em terras, mares, rios e montanhas. Vencedor do primeiro prémio "Sustainable
Restaurant Award", pela Restaurant Magazine, o chef tem como um dos seus pratos mais icónicos a Sopa de Terra (Soil Soup).

Este evento conta com bancas de produtos de diversas
regiões do Brasil, muitas delas contando com a presença dos produtores. Todas as palestras serão transmitidas ao
vivo pelo UOL, na plataforma ECOA e pelo canal do Fruto no Youtube.