Perfil

Vida Extra

O presunto explicado a totós

Do Cinco Jotas da Andaluzia ao presunto de Parma, o mundo dos presuntos esconde muitos segredos. Um novo espaço abriu em Lisboa para os revelar

GENUÍNO - ATELIER DO PRESUNTO

No Genuíno, que abriu no verão em Lisboa, o presunto é rei. Há-o de todas as origens e para todos os gostos: de Portugal, chega da Casa do Porco Preto, em Barrancos; de Espanha, vem o incontornável Cinco Jotas e o Señorio de Montanera; de Itália, pode provar-se o presunto de Parma; de França, há o presunto de Bayonne... É uma viagem ao admirável mundo da ‘presuntaria’, com partida e chegada nesta loja de Campo de Ourique, onde a iguaria é fatiada à mão por mestres de corte e pode ser degustada à mesa, acompanhada de um vinho ou de uma cerveja artesanal ou embalada em vácuo para levar para casa.

O responsável pelo espaço é Frederico Collares Pereira, que depois de duas décadas dedicado à restauração (comandou, por exemplo, o restaurante Doca Peixe, na Doca de Santo Amaro), decidiu abrir uma loja de presuntos, algo muito comum em Espanha mas que por cá ainda é raro. “Há em Portugal alguns bares e algumas charcutarias associa­dos ao presunto, mas não uma loja especializada”, explica, justificando a abertura deste Genuíno — Atelier do Presunto.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI