Perfil

Vida Extra

A nova Delícia do Porto é um coração doce e evoca D. Pedro IV

A doceira Gabriela Ribeiro é a grande vencedora do concurso “Delícia do Porto” - criado para encontrar um doce característico da Invicta - com uma receita que evoca os sabores e a história da cidade

Manuel Vitoriano

O nome não engana e o objetivo do concurso era claro: encontrar a autêntica “Delícia do Porto”, uma vez que a Invicta não possuía nenhum doce característico da região. A receita de Gabriela Ribeiro, inspirada nas raízes culturais da cidade, conquistou as preferências do júri e também do público durante a Grande Final, realizada na Alfândega do Porto.

É um autêntico coração doce e evoca, explica a autora, “o momento em que D. Pedro IV doou o seu coração à cidade como forma de agradecimento pela lealdade do povo à causa liberal”. A peça confecionada com milho, pão, trouxas de ovos e feijão, acrescenta Gabriela Ribeiro, “é como uma homenagem ao que se fazia no extinto Convento de S. Bento de Avé Maria do Porto”.

A vencedora foi agraciada com um prémio monetário no valor de 10 mil euros, além de ver o seu nome inscrito na história da gastronomia nacional, ostentando assim os pergaminhos de ter criado a “Delícia do Porto”, cuja receita será patenteada, partilhada com outros produtores e comercializada um pouco por todo o distrito.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.