Perfil

Vida Extra

10 conselhos para salvar uma separação (e não cair no erro de voltar aos relacionamentos)

O Pai Panda está de volta, como sempre às segundas-feiras e com a habitual dose de humor. “A carne é fraca e só com disciplina é possível alimentar a vida de solteiro sem correr riscos de voltar a ter uma relação estável”, lê-se na nova entrada de “Diário de um Pai Solteiro”

Joshua Earle/Unsplash

Continuar solteiro depois de uma separação sem cair no erro de voltar a ficar junto é algo que dá trabalho e exige dedicação. Nem todos os dias são fáceis e há altos e baixos. Muitos homens assim que se separam ficam eufóricos e acham um mundo idílico está à espera deles. Contudo, rapidamente sucumbem à tentação do amor e quase sem dar por isso estão a viver com outra mulher e a perguntar “mas como é que isto aconteceu?” A carne é fraca e só com disciplina é possível alimentar a vida de solteiro sem correr riscos de voltar a ter uma relação estável.

Ficam aqui os meus 10 conselhos para homens solteiros nunca voltarem a cair na asneira:

1- Assumam sempre que se uma mulher gosta de vocês é porque não é suficientemente boa ou tem algum problema. É um pouco a técnica do “Não aceito fazer parte de um clube que me aceite como membro”.

2- Interessem-se por mulheres que sejam pelo menos de 8 para cima na escala 1-10 de loucura. O célebre video de Youtube Hot Crazy Matrix: Man's Guide To Women estabelece que nenhuma mulher tem menos de 4 na pontuação de loucura. Mas ainda assim há uma zona de 4-6 em que há mulheres que são estáveis, positivas e simpáticas. Cuidado.

3- Sejam egocêntricos e cultivem mau feitio. O lema deve ser: Eu, eu, eu. Coloquem-se sempre no centro de todas as prioridades e decisões. De vez em quando façam algo estúpido e imprevisível. Normalmente isto afugenta mulheres na zona 4-6 e tende a manter-vos na zona 7-10.

4- Se forem pais, transfiram todo o vosso afeto para os filhos. Sejam leais. Não deixem ninguém entrar na vossa relação e no vosso quotidiano. Sintam culpa de cada vez que dão atenção a uma mulher. Façam-na sentir-se como uma estranha que é completamente incapaz de entrar nas muralhas da vossa vida sentimental.

5- Se não foram vocês a fugir, tentem que seja ela. Sejam aborrecidos de morte enquanto pessoas na intimidade. É ainda mais eficaz do que proteger a vossa vida de solteiro de forma ativa com mau feitio. Não há nada como como suscitar numa mulher que esteve interessada em vocês o desejo de contribuir activamente para que continuem solteiros. Coisas como fazer amor a horas certas depois de escovar os dentes ou falar horas e horas de macroeconomia costumam resultar.

6- Convençam-se de que são especiais e únicos e que há algures uma mulher absolutamente fantástica e única para vocês, que ela é real e que é plausível que a encontrem numa app de dating. Comparem todas as mulheres que efetivamente conhecerem com essa mulher inexistente e utópica. Funciona!

7- Cuidem da vossa vida de solteiro com hábitos saudáveis. Adorem fazer coisas que não dependam de uma relação a dois como a vossa carreira, passear com o cão, andar de bicicleta, ler, tocar guitarra, estar com amigos e amigas, correr ou ver cinema. Gostem de vocês e não depositem na necessidade de uma relação a resolução de problemas existenciais.

8- Se não têm hábitos saudáveis ou filhos, podem cultivar uma relação profunda com a dependência de álcool, psicotrópicos ou jogo. Os vícios são excelentes para criar prioridades na nossa vida e para nos proteger de relações funcionais com mulheres. Aqui o único cuidado a ter é manterem-se longe de mulheres com o mesmo vício ou o efeito pode ser o oposto ao pretendido e acabam a cimentar uma relação. Por exemplo, no outro dia no Campo Grande vi uma família inteira de pai, mãe e dois filhos a caçar Pokemons.

9- Aprendam a reconhecer depressa os sinais subtis de que algo pode tornar-se sério. Se não arranjam discussões, se ela não vos faz sentir mal, se é agradável estarem juntos, se a acham muito bonita, se têm bastante em comum, cuidado: alerta vermelho.

10- Cultivem fobia do compromisso. Quando uma mulher perguntar “tens medo do compromisso?” tentem visualizar o compromisso como um prato de língua de vaca estufada, uma aranha enorme, uma passagem apertada numa gruta, uma agulha ou um palhaço assassino com uma motosserra a correr atrás de vocês. E então a resposta à pergunta fluirá naturalmente.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.

A carregar...