Perfil

Vida Extra

3 máscaras caseiras para fazer sem esforço

Na segunda crónica “No Filter", às quartas-feiras na Vida Extra, Patrícia Luís Lima deixa-lhe dicas simples para fazer as suas máscaras faciais em casa

gruizza

A febre das máscaras faciais chegou para ficar. Das tradicionais máscaras de tecido às mais inovadoras que se transformam em borracha, este é um dos produtos de beleza mais apetecidos do mercado. Contudo, não tem de gastar dinheiro para aderir a esta tendência e ter uma pele perfeita. Com apenas alguns ingredientes, pode fazer uma máscara facial em casa. Tome nota destas dicas simples:

Máscara Esfoliante

Esta máscara é perfeita para quem pretende uma pele mais uniforme e luminosa. Comece por esmagar amêndoas até obter um pó fino, suficiente para duas colheres de sopa. De seguida junte uma colher de sopa de mel e acrescente uma colher de chá de sumo de limão. Aplique no rosto em movimentos circulares, evitando a área ocular, e deixe atuar por 15 minutos.

Máscara Hidratante

Mais uma máscara muito simples, desta vez para quem sente a pele baça ou sem elasticidade. Misture uma clara de ovo e duas colheres de iogurte natural, deixando atuar a máscara no rosto por 15 minutos. Para potenciar ainda mais os resultados, faça a máscara à noite e, após limpar o rosto, finalize com o seu hidratante noturno.

Máscara Anti-idade

O abacate e a banana são conhecidos pelas suas propriedades rejuvenescedoras para a pele. Assim, se quer prevenir ou reverter os sinais da idade, deve amassar meio abacate e meia banana com a ajuda de um garfo. Depois, adicione a essa mistura algumas gotas de sumo de limão. Aplique uma camada fina no rosto e deixe atuar por 25 minutos. Retire com água fria e repita o processo uma a duas vezes por semana.

A carregar...
  • A pé, do Penedo aos Capuchos e volta

    Rui Cardoso

    Um passeio a pé pela Serra de Sintra com começo e final na pitoresca aldeia do Penedo, sobranceira a Colares, na nova crónica de “Viagens na nossa terra”, do jornalista Rui Cardoso, sempre à quinta-feira no Vida Extra

  • Sarampo: Nasceu depois de 1971?

    Vera Lúcia Arreigoso

    Anos depois de o país ter vencido o sarampo, eis que o vírus volta a atacar, agora por fora. O sarampo continua a não circular entre a população mas está a entrar, trazido por visitantes ou viajantes portugueses infetados além fronteiras. Com a esmagadora maioria das crianças imunizadas, são os adultos que estão na linha da frente da infeção e protegidos, seguramente, só estão os que já tiveram a doença