Vera Lúcia Arreigoso

Vera Lúcia Arreigoso

Jornalista

Comecei a escrever em jornais, regionais, quando ainda estudava Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Terminei o curso em 1998 e fiz estágios no Diário de Notícias, numa produtora de televisão e no Expresso, depois de responder a um anúncio. Entrei em 1999 como aprendiz e fui ficando. Acompanho os temas de Saúde, tenho uma pós-graduação na área e formações sucintas em diversas doenças e práticas médicas. Tantos anos depois, ainda sou "a miúda" para alguns dos camaradas mais antigos na redação.

  • Rótulos alimentares ‘cinzentos por intenção'

    Vera Lúcia Arreigoso

    Inquéritos revelam que quase metade dos portugueses não entendem a informação nutricional e o resultado surpreende pela positiva. Face à falta de clareza nos dados que acompanham os alimentos, até seria esperado um número maior. Sinalética direta não existe por falta de consensos. ‘Iluminem-se’ com o exemplo da Energia

  • Não faltam médicos, falta orçamento

    Portugal é o terceiro país da OCDE com mais médicos por habitante. Serviço Nacional de Saúde tem carência de profissionais porque é cada vez menos sedutor do que o sector privado

  • Não faltam médicos, falta orçamento

    Vera Lúcia Arreigoso

    Portugal é o terceiro país da OCDE com mais médicos por habitante. Serviço Nacional de Saúde tem carência de profissionais porque é cada vez menos sedutor do que o sector privado

  • Um efeito adverso grave: a falta de confiança

    Vera Lúcia Arreigoso

    Um estudo da Deco, publicado na sexta-feira, revela que um protetor solar para crianças tem um índice bastante inferior ao que é ‘vendido’. Em saúde, as falsas promessas são perigosas. E piora quando os visados garantem que, de facto, houve um erro, mas cometido pela análise independente

  • Parabéns aos pais portugueses!

    Cobertura vacinal aumentou em todas as indicações e idades, atingindo valores recorde. Médicos e autoridades de saúde empenharam-se no apelo à imunização e os pais cumpriram, protegendo as crianças e, com elas, todos nós. Portugal é um exemplo para o mundo, aplaudamos!