Rui Cardoso

Rui Cardoso

Nascido em Lisboa, a 1/8/53, fez o mais improvável dos caminhos curriculares para o jornalismo: um curso de engenharia. Começou no “Diário Popular” em 1979 e está no Expresso desde que Saddam Hussein invadiu o Koweit (há quem negue a existência de um nexo de causalidade entre ambos os acontecimentos). Depois de ter escrito sobre ciência (1991/4) e coordenado os Guias do Expresso (1994/8), tornou-se editor Internacional do Expresso (outubro de 2009) e diretor da revista “Courrier Internacional” no verão de 2015. Espera reformar-se um destes dias, de preferência quando o Benfica for hexacampeão nacional, de forma a ter tempo para descobrir as estradas romanas e os trilhos dos contrabandistas e, pelo meio, escrever mais um livro ou dois.

  • Bilbau, um casamento de amor

    Rui Cardoso

    Modernidade e tradição, não só não são incompatíveis, como se podem aliar na construção de uma cidade que fascine os visitantes sem enjeitar os locais. Uma lição para Lisboa

  • A ressurreição do IP5

    Com a aplicação de portagens electrónicas na A25 passou a valer a pena usar alguns troços do antigo IP5, pois estes deixaram de ter camiões

  • A ressurreição do IP5

    Rui Cardoso

    Com a aplicação de portagens electrónicas na A25 passou a valer a pena usar alguns troços do antigo IP5, pois estes deixaram de ter camiões

  • As portagens do absurdo

    Um itinerário alternativo para minimizar os custos das portagens na A23 entre o Fratel e Castelo Branco

  • As portagens do absurdo

    Rui Cardoso

    Um itinerário alternativo para minimizar os custos das portagens na A23 entre o Fratel e Castelo Branco

  • De jipe pela charneca

    Rui Cardoso

    Um itinerário todo-o-terreno desde a Azambuja ao Couço, passando por Muge, Raposa e Feixe. Conheça o Ribatejo numa outra perspectiva

  • De jipe pela charneca

    Um itinerário todo-o-terreno desde a Azambuja ao Couço, passando por Muge, Raposa e Feixe. Conheça o Ribatejo numa outra perspectiva