Perfil

Vida Extra

Governo atribui bolsas de criação literária a doze autores nacionais

Conheça os vencedores

Rui Duarte Silva

Doze autores nacionais vão receber, este ano, Bolsas de Criação Literária, seis anuais e seis semestrais, que correspondem a um valor mensal de 1.250 euros, anunciou esta quarta-feira o Ministério da Cultura.

O montante global a atribuir no concurso deste ano foi de 135 mil euros, a dividir pelos seguintes autores: Francisco Sousa Lobo e Sofia Neto, em banda desenhada, Lígia Soares, em dramaturgia, Diogo Paiva, Afonso Reis Cabral, João Maria Lourenço e Judite Canha Fernandes, em ficção narrativa, João Pedro Fonseca, Nuno Valente e Susana Moreira Marques, em literatura para a infância e juventude, e ainda Margarida Vale de Gato e Inês Sofia Jacob, em poesia.

"O programa de Bolsas de Criação Literária é anual e visa promover, a par de outras ferramentas de apoio, a importância de criarmos condições de trabalho cada vez mais favoráveis para os autores portugueses nos seus diversos domínios de criação", lê-se no comunicado divulgado pelo Ministério da Cultura.

Ao programa apresentaram-se 169 candidaturas. O júri foi constituído pelos autores Luísa Ducla Soares, Paula Gomes Magalhães, Carlos Pessoa, Fernando Cabral Martins, Luísa Costa Gomes e Julieta Monginho.