Perfil

Vida Extra

CineEco: o festival que retrata a emergência climática com 80 filmes

A 25.ª edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela apresenta em Seia uma seleção oficial de 80 filmes

"O Homem comeu a Terra", de Jean-Robert Viallet, é uma das longas-metragens a concurso na Competição Internacional do CineEco

D.R.

Regressa este sábado à cidade de Seia o CineEco — Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela. A programação gratuita da 25.ª edição conta com uma seleção oficial de 80 filmes, provenientes de 20 países, além dos workshops e ecotalks que dão protagonismo ao ambiente, à emergência climática e ao impacto da ação do ser humano no planeta.

As bodas de prata do CineEco convidam, até 19 de outubro, o público a “constatar realidades fraturantes e desconhecidas, pautadas por histórias, ora vibrantes, ora trágicas, de luta e defesa por um mundo melhor”, anuncia a organização.

“Este festival pugna pela necessidade crescente de educar e consciencializar o público, em particular os mais jovens”, frisa o diretor Mário Branquinho, a propósito do “evento mais internacional da região, que ano após ano tende a transformar-se num movimento e até num agente para a mudança”.

Além do cinema, a oferta paralela abarca, pela segunda vez, o Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente, onde marcará presença o fotógrafo norte-americano Timothy Bouldry. O Centro de Interpretação da Serra da Estrela abre portas ao diálogo entre cineastas, documentaristas, diretores de festivais, jornalistas, ativistas, estudantes e população em geral.