Perfil

Vida Extra

Séries candidatas aos Emmys votadas em Lisboa. Conheça o segredo mais bem guardado da capital

O júri com Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa

Lisboa é esta sexta-feira a capital da 47ª edição internacional dos Emmy Awards, considerados os prémios de televisão mais importantes do mundo. Do júri fazem parte personalidades portuguesas e brasileiras do mundo da televisão, que estiveram numa sala da Câmara de Lisboa a fazer o visionamento e votação das séries e minisséries internacionais que se candidataram aos Emmys deste ano. A sua identidade só foi revelada no final da maratona, numa escolha da própria Academy of Television Arts & Sciences, entidade responsável pela organização.

Quanto à cerimónia propriamente dita, termina à noite, no antigo Museu dos Coches, numa gala comemorativa que reúne cerca de 200 profissionais ligados à indústria de televisão: atores, guionistas, produtores realizadores, jornalistas, gestores. A gala é apresentada por Filomena Cautela (RTP), César Mourão (SIC) e Pedro Fernandes (TVI).

O evento veio para Portugal há quatro anos por iniciativa de André Sampaio, um dos sete embaixadores mundiais da Academy of Television Arts & Sciences. O evento é considerado pelos agentes do setor um contributo importante para a promoção da produção televisiva nacional. Ganhar um Emmy é, para a indústria televisiva, tão importante como ganhar um Óscar no cinema.

Além do reconhecimento artístico e técnico, as novelas da TVI (“Meu Amor” e “Ouro Verde”) e da SIC (“Laços de Sangue”) que ganharam Emmy acabaram por ser as produções mais procuradas pelo mercado internacional.