Perfil

Vida Extra

40 anos depois. Primeiros romances de Lobo Antunes celebrados em Lisboa

Um dia inteiro dedicado ao autor, a propósito de duas obras que marcaram a literatura portuguesa do século passado

António Lobo Antunes

Foto: Tiago Miranda

Acontece no próximo dia 28, último sábado de setembro, um colóquio de celebração da obra de António Lobo Antunes. Quarenta anos depois da publicação das duas obras inaugurais do autor, e duas das mais memoráveis, chegam à Fundação Calouste Gulbenkian através de convidados igualmente ilustres.

Em causa estão “Os Cús de Judas” e “Memória de Elefante”, ambas publicadas pela primeira vez em 1979 e ambas a envolver a experiência de um médico (a primeira em África, durante a Guerra do Ultramar, a segunda em Portugal). Sobre elas vão falar, ao longo do dia, os convidados Bernard Henry-Lévy, Dinu Flamand, Mircea Martin, Dominique Nédellec, Vicenzo Russo, Knut Cordsen, Daniel Sampaio, Nuno Lobo Antunes, Ana Paula Arnaut, Norberto do Vale Cardoso, Sérgio Guimarães de Sousa, Maria Alzira Seixo, Jeff Gordon Love e Guilherme d'Oliveira Martins. O colóquio começa às 10h e estende-se até ao fim do dia, pelas 19h.

Os detalhes das intervenções de cada um dos oradores serão apresentados em breve.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.