Perfil

Vida Extra

Gravações inéditas de Amália vão surgir em disco

A reedição do álbum "Com Que Voz" inclui vários extras, entre os quais um inédito absoluto com Alain Oulman

D.R.

Álbum de absoluta referência na discografia de Amália Rodrigues, o clássico de 1970 “Com Que Voz” vai ser reeditado no próximo dia 21 num lançamento em CD pela Valentim de Carvalho, que junta uma série de extras, entre os quais um inédito absoluto com música de Alain Oulman. Uma reedição do LP em vinil, com a capa (concebida pelo ateliê do arquiteto Conceição e Silva) a ser fac-similada a partir da original, está prevista para surgir nas lojas ainda este ano.

Entre os próximos projetos desta série de edições de Amália está uma caixa a que o responsável pela curadoria destes discos, Frederico Santiago, pensa chamar “Amália em Paris” e na qual vai juntar “gravações de espetáculos, inéditas, feitas por rádios francesas”, entre as quais está um Olympia em 1967. A própria Valentim de Carvalho, revela, “tem uma outra gravação, também inédita, de um espetáculo dos anos 70”. Este conjunto de gravações em Paris datam dos anos 50 a 70, com “um som de rádio, que é ótimo”, sublinha. Um outro disco a surgir brevemente será uma reunião de gravações de ensaios que Frederico Santiago descobriu recentemente. Foram gravados em casa de Amália, em 1970, “só com coisas do Alain Oulman”. Será um disco novo, onde Amália experimenta tanto material que viria a gravar mais tarde como temas que ficariam “completamente inéditos”. Além desses registos em casa, esse disco incluirá material gravado em ensaios já em estúdio. Será um disco duplo, avança Frederico Santiago, mas ainda não tem data de edição agendada.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.