Perfil

Vida Extra

João Lobo Antunes. Retrato de um homem livre

Numa autobiografia póstuma, o neurocirurgião João Lobo Antunes expõe a sua trajetória, não escondendo zonas de sombra ou cicatrizes mal saradas. Um livro que é um ato cirúrgico

Ao escrever sobre o seu percurso e a sua vida, João Lobo Antunes virou para si mesmo o bisturi do cirurgião

Marcos Borga

Em 2015, um ano antes de morrer, João Lobo Antunes falava ao Expresso sobre este projeto: fazer um tour autobiográfico para os netos saberem o que o avô fez; “uma espécie de diário escrito 40 anos depois” que lhes explicasse, se tal fosse possível, “como é que fui feito”. O retrato de uma trajetória em que desmontasse os mecanismos da sua própria educação, de tudo aquilo que o moldou, onde, como e quando. Nessa entrevista, ouvimo-lo reconhecer que a vida foi “mais um barco de papel deitado ao rio do que um barco a remos a tomar uma direção”. Que se deixou “ir na corrente” das coisas que lhe aconteciam. Que a sua qualidade maior foi sempre ter sido um bom aluno.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.