Perfil

Vida Extra

À conversa com o realizador Gabriel Abrantes sobre as fintas cinematográficas de "Diamantino"

“Diamantino”, que Carloto Cotta interpreta à imagem de Cristiano Ronaldo, é uma comédia de delírios “sobre o Portugal de hoje”, contou-nos Gabriel Abrantes

José Fernandes

"Diamantino”, longa-metragem de estreia de Gabriel Abrantes correalizada com o americano Daniel Schmidt, é um delírio de monta raro no cinema português. Uma comédia que está constantemente a reagir à sátira. Esta veia deve tanto à dupla de cineastas como à entrega notável de Carloto Cotta a um papel fora das normas, absolutamente único. Falámos com Abrantes sobre o seu Diamantino Matamouros, futebolista luso, podre de rico, que passa os tempos livres entre mansões, iates e Lamborghinis, até ao dia em que decide adotar um menino refugiado. Nos estádios, quando ele marca um golo, Portugal faz a festa. Quando falha um penálti decisivo, o país deprime-se. Diamantino é um cândido herói de um filme que faz da insolência a sua arma mais poderosa. Estreia-se agora comercialmente em 20 salas, depois de ter conquistado a Semana da Crítica do Festival de Cannes no ano passado.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.