Perfil

Vida Extra

Anish Kapoor retrata o Brexit. “O vazio sem fim no coração da Grã-Bretanha” depois da queda de um homem em Portugal

A pedido do jornal inglês The Guardian, o artista Anish Kapoor criou um quadro em que expõe a total incerteza do Brexit

Anish Kapoor

Para Anish Kapoor, está tudo na imagem que criou. Não são precisos mais comentários. O quadro, a que deu o nome “A Brexit, A Broxit, We All Fall Down”, fala por si mesmo. Criado a pedido do jornal inglês The Guardian, é a sua resposta para a situação de total indefinição política que a Grã-Bretanha vive com o impasse do Brexit. E, como resposta, não poderia ser mais pessimista.

Este “vazio sem fim no coração da Grã-Bretanha” — como descreve o The Guardian — foi criado com a tinta mais negra do mundo. Chama-se mesmo Kapoor Black. E a sua “profundidade” já foi sentida em Portugal. Numa exposição do artista no Museu Serralves, no Porto, um visitante caiu dentro da obra “Descent into Limbo”, um buraco negro de 2,5 metros no chão da galeria. Felizmente a profundidade era pouca, o perigo superficial, e o homem saiu ileso.

Horacio Villalobos/Corbis via Getty Images

O mesmo não se pode dizer do Brexit. Apesar de não ter comentado a obra, Kapoor tem sido um forte opositor à saída do Reino Unido da União Europeia desde o referendo de 2016. Para ele, todo o processo é uma ferida a céu aberto, uma queda de encontro ao desconhecido, uma “auto-mutilação colectiva.”

Já o The Guardian vai mais longe e traça mesmo o paralelo completo entre a obra de arte e o impasse político: na imagem está a “obsessão mórbida” que a nação tem com o abismo do Brexit. Como o quadro, o buraco negro tem algo de “sedutor”. Como se uma parte de cada cidadão britânico quisesse saltar para o desconhecido. Resta saber se o farão.


Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.