Perfil

Vida Extra

"De Orilla a Orilla": Há compositores dominicanos para ouvir no Palácio da Ajuda

A interpretação é da mezzosoprano dominicana Anna Tonna e da pianista luso-dominicana Maia Fátima Geraldes, para ver e ouvir esta quinta-feira no Palácio Nacional da Ajuda

d.r.

O recital de canções dominicana chama-se "De Orilla a Orilla" e dele constam obras de compositores dos séculos XIX, XX e XXI, com destaque para Enrique de Marchena (1908-1988) e Rafael Bullumba Landestoy (1925-2018), incluindo naturalmente mulheres compositoras, como é o caso de Margarita Luna (1921-2016) e Aura Marina del Rosario (n. 1925), e ainda um ciclo de compositor Darwin Aquino (n. 1979), dedicado a estas duas intérpretes: a mezzosoprano dominicana Anna Tonna e a pianista luso-dominicana Maria de Fátima Geraldes.

Anna Tonna é cantora lírica, especializada no repertório ibero-americano. Foi galardoada em inúmeros certames internacionais e tem uma intensa actividade em Nova Iorque, onde reside. É fundadora da Women in Music, uma iniciativa que visa promover e projectar a obra de mulheres compositoras a nível internacional.

Maria de Fátima Geraldes fez a sua formação como pianista clássica em Viena. É detentora dos mais altos prémios concedidos pela República Dominicana, como seja a Medalha de Mérito de Servidor Público do Estado. Para além de uma intensa actividade concertística e pedagógica, tem-se dedicado à investigação, gravação e edição de compositores dominicanos e à divulgação de música contemporânea, tendo feito a estreia na República Dominicana de obras de Ligeti e Messiaen.

O recital é organizado pela Embaixada da República Dominicana em Lisboa e conta com o apoio da Fundação Refidomsa, do Palácio Nacional da Ajuda e de Fernando Rosado-Pianos.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.