Perfil

Vida Extra

Documentário vai contar a história do resgate dos rapazes da gruta tailandesa

Lembra-se dos 12 rapazes que em julho passado ficaram presos, com o treinador, numa gruta na Tailândia durante 18 dias?

A história emocionou o mundo, ainda 2018 ia a meio (relembre-a AQUI). Menos de um ano depois, uma produtora de Hollywood vai adquirir os direitos de imagem dos 12 jovens e um treinador que foram resgatados da caverna tailandesa e produzir um documentário que será exibido pela Netflix. A “13 Tham Luang”, empresa tailandesa que detém os direitos, afirmou que vai assinar um acordo, ainda este mês, com a SK Global Entertainment, uma produtora de Hollywood responsável por filmes como 'Podres dos Ricos', 'A idade de Adeline', 'Morte num funeral' ou 'O estado das coisas' — a SK Global Entertainment terá os direitos vitalícios “para usar a história das vítimas e produzir conteúdos multimédia.” O documentário será depois exibido, segundo fontes oficiais, na Netflix.

O documentário vai narrar e explorar, em vários episódios, a maneira como o grupo chegou à gruta e os esforços feitos para que todos fossem resgatados com vida. Tanto os 12 rapazes como o treinador vão depor na narrativa.

Também a National Geographic já anunciou que está a produzir um documentário sobre o tema. A direção será de Kevin Macdonald e terá o nome “Thai Cave Rescue” (O Resgate na Caverna Tailandesa, em português).

Os 12 rapazes, com idades entre os 11 e 16 anos, e o treinador, de 26, entraram na gruta em Chiang Rai, no norte da Tailândia, no dia 23 de junho do ano passado, depois de um treino de futebol e foram localizados nove dias depois. Durante 10 dias o mundo teve os olhos postos na complexa operação de resgate. Os 13 foram resgatados com vida no dia 10 de julho. A pensar na prevenção de catástrofes, 15% das receitas do acordo vão ser doadas ao Departamento de Prevenção de Desastres do Governo da Tailândia.

A Netflix ainda não deu qualquer previsão da data de lançamento do documentário.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.