Perfil

Vida Extra

Millennials reconhecem mais músicas dos Beatles do que de Justin Bieber

Estudo revela que músicas das décadas de 60 a 90 são mais marcantes na vida dos jovens do que os sucessos dos anos 2000

Divulgação

Beatles, a banda dos quatro garotos responsável pela canção Hey Jude que se estabeleceu no topo da Billboard por nove semanas em 1968, tem uma coisa em comum com o jovem Justin Bieber. Também a música What Do You Mean foi número 1 no famoso ranking e ele, o último garoto, ainda ultrapassou os recordes dos britânicos com mais canções ao mesmo tempo nas listas norte-americanas.

Mas, afinal, há grandes hipóteses de não conhecer os sucessos de Bieber. Um estudo feito pela Universidade de Nova York (NYU) mostrou que, se fossem questionados, provavelmente os millennials cantariam mais músicas do quarteto inglês do que do jovem de 21 anos. Isso porque, segundo o artigo publicado no periódico científico PLOS ONE, as músicas famosas lançadas entre 1960 a 1990 têm mais impacto nas pessoas do que as dos anos 2000 a 2015. Para o estudo, foram selecionadas 152 músicas que alcançaram o primeiro lugar da revista Billboard entre 1940 e 2015. E 643 estudantes, entre os 18 e os 25 anos, a maioria da universidade NYU.

O resultado foi dividido em três partes: a primeira mostrou uma queda linear no reconhecimento de músicas do milénio, caindo ano a ano, de 2000 a 2015; a segunda fase foi marcada por um patamar estável entre os anos 1960 e 1990, sem grande declínio durante o período de 40 anos; e a última etapa, semelhante à primeira, definiu uma queda mais gradual entre as décadas de 1940 e 1950.

Então, a chamada Geração Y, que são os nascidos entre o final de 1980 e 2000, têm mais probabilidade de cantarolar sons das décadas passadas do que os mais recentes lançamentos. Os cientistas não identificaram exatamente o que explica esse reconhecimento, mas observaram que durante os anos 60 a 90, houve uma diversidade maior na cena musical e uma série de sucessos duradouros de artistas que se tornaram memoráveis para todos — incluindo os millennials.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.

A carregar...