Perfil

Vida Extra

Cerimónia dos Óscares não vai ter apresentador. É a primeira vez nos últimos 30 anos

Será apenas a segunda vez que tal acontece. Em dezembro soube-se que Kevin Hart tinha sido o escolhido, mas, alguns dias depois, no entanto, uns tweets antigos de natureza homofóbica foram recuperados e o ator norte-americano foi obrigado a renunciar

Jimmy Kimmel, Chris Rock, Neil Patrick Harris, Ellen DeGeneres, Seth MacFarlane, Billy Crystal, James Franco, Anne Hathaway, Steve Martin, Alec Baldwin e Hugh Jackman. Foram estes os apresentadores das cerimónias dos Óscares nos últimos dez anos e não terão nenhum sucessor em 2019.

A academia confirmou nesta segunda-feira que, pela primeira vez em 30 anos, a cerimónia mais famosa do mundo do cinema não terá apresentador, conta o “Daily Mail”. Será apenas a segunda vez que tal acontece. Em dezembro soube-se que Kevin Hart tinha sido o escolhido, mas, alguns dias depois, uns tweets antigos de natureza homofóbica foram recuperados e o ator norte-americano foi obrigado a renunciar.

Entre outras coisas, Hart escreveu naquela rede social, em alguns tweets que remontam a 2009, que, se o filho quisesse brincar com a casa de bonecas das filhas, dir-lhe-ia para parar, pois “era gay”.

“Eu decidi renunciar a apresentar os Óscares, porque eu não queria ser uma distração numa noite que deve ser para celebrar os artistas talentosos”, explicou em dezembro, também no Twitter, somente duas horas depois de ter recusado recuar e pedir desculpa. “Peço desculpas à comunidade LGBT pelas minhas palavras insensíveis no passado.”

De acordo com aquele diário britânico, a 91.ª cerimónia dos Óscares terá várias participações em substituição ao tradicional apresentador. Tina Fey, Whoopi Goldberg, Brie Larson, Daniel Craig e Jennifer Lopez são alguns dos protagonistas que vão pisar o palco e anunciar o destino das estatuetas douradas.

A carregar...