Perfil

Vida Extra

A outra ‘vítima’ do vulcão Vesúvio tem finalmente um museu

Sempre que é evocada a violenta erupção do Vesúvio no ano 79 as imagens da cidade de Pompeia são as que mais habitualmente ilustram essas memórias catastróficas. Ela, porém, não foi a única 'vítima'

A antiga cidade de Herculaneum cresceu a oeste do Vesúvio

XTREAMBAR (TALK) / WIKIMEDIA

Cidade rica e de dimensões consideráveis, Pompeia não foi então a única “vítima” dessa mesma erupção. Apesar de não estar na direção do vento para sudeste, que transportou a esmagadora maioria da grande nuvem de piroclastos precisamente na direção de Pompeia, outra cidade romana acabou igualmente apagada do mapa depois dessa mesma erupção. Chamava-se Herculaneum (atual Herculano) e, apesar de ocasionalmente referida, nunca obteve o mesmo estatuto de referência sobretudo na história da cultura popular, talvez em parte porque muitas construções em épocas posteriores impediram que a sua escavação pudesse revelar a céu a aberto a imponência de uma grande cidade perdida como Pompeia. Um museu, que finalmente abre ali as portas, poderá pelo menos fazer agora a sua memória ser menos esquecida.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.