Perfil

Vida Extra

A grande alegria do Natal é a sua tristeza

Uma reflexão nada inocente sobre os filmes de Natal onde se conclui que Charles Dickens, antes de morrer, deixou escrito o argumento do primeiro, do último e de todos os filmes de Natal. É um livrinho, umas 150 páginas singelas, chamado “A Christmas Carol”

Sucesso “A Christmas Carol” já conta com nove adaptações ao cinema, a últimas das quais, assinada pela Disney, em 2009, com Jim Carey

O primeiro perfume de Natal foi um perfume de estábulo. Se quisermos ser fiéis ao Evangelho Segundo Lucas, diremos que foi numa manjedoura que nasceu o Jesus Menino, por estar então Belém como a hotelaria de Lisboa no Verão, com uma ocupação de cem por cento, não havendo lugar para a grávida Maria e para o abnegado José, nem sequer em hospedarias bed and breakfast. Para infelicidade da parturiente não se tinha ainda inventado a modalidade AirBnB.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.