Perfil

Vida Extra

Esta jovem judia enfrentou a ocupação nazi da Polónia. O seu diário será agora publicado

"Três tiros! Três vidas perdidas! Tudo o que consigo ouvir são tiros, tiros", lê-se num dos excertos publicados esta semana

O diário de Renia Spiegel, uma jovem polaca judia que enfrentou a ocupação nazi, na II Guerra Mundial, será lançado em inglês, em 2019, mais de setenta anos depois do seu assassínio, aos 18 anos, por soldados nazis alemães.

O diário tem cerca de 700 páginas e retrata a vida de Renia Spiegel, dos 15 aos 18 anos, entre janeiro de 1939 e 30 de julho de 1942, quando soldados alemães de Hitler encontraram a jovem polaca e os pais do seu namorado, Zygmunt Schwarzer, e os mataram a tiro.

As últimas linhas do diário foram escritas por Zygmunt, a 31 de julho de 1942: "Três tiros! Três vidas perdidas! Tudo o que consigo ouvir são tiros, tiros", lê-se num dos excertos publicados esta semana, pela primeira vez em inglês, pela revista Smithsonian, publicação oficial do instituto de investigação de Washington, nos Esatdos Unidos.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram.

A carregar...