Perfil

Vida Extra

Assim foi a vida de uma deusa infeliz chamada Rita Hayworth

Completaria 100 anos no próximo dia 17. Todas as mulheres queriam ser como ela, todos queriam tê-la — mas ela não

Silver Screen Collection

Maio de 1949, Côte d’Azur. Com o casamento marcado com o príncipe Aly Salman Aga Khan para o fim desse mês — e recentemente grávida dele —, Rita Hayworth faz um derradeiro movimento de esperança. Orson Welles, com quem fora casada e que ela sempre diria ter sido o grande amor da sua vida, estava em Roma. Rita enviou-lhe um telegrama urgindo que viesse a Antibes. Ele foi ter com ela a um quarto de hotel onde Rita Hayworth o recebeu com velas, champanhe e vestida apenas com um negligée. “Aqui estou eu, casa comigo”, disse-lhe ela, mas era tarde para começar de novo. No dia seguinte, Orson Welles voltou para Roma e Rita regressou ao Château de l’Horizon, a magnífica mansão modernista que o futuro marido possuía em Vallauris e onde, com toda a pompa e perante os olhos do mundo, se viria a tornar uma vera princesa.

Este é apenas um dos episódios da atribulada vida de uma diva que reinou em Hollywood nos anos 40 do século passado.

Para ler o artigo na íntegra, clique AQUI.

A carregar...